Escolha sua rádio favorita
Rádio on-line!
IRRADIANDO AMOR
SOUZA
Rotary compra oito equipamentos de hemodiálise para Renal Vida
Saude | 07/05/2018 08:14 | Giovani Vitória -Jornalista/Rotariano-Rotary Club Hermann Blumenau | Fotos:

A Associação Renal Vida receberá oito novos equipamentos de hemodiálise até o final do mês. Um investimento de R$ 400 mil viabilizado pelo Rotary International, por meio do seu programa de Subsídios Globais. O projeto desenvolvido pelo Rotary Club Hermann Blumenau mobilizou 24 clubes do Vale do Itajaí, um de Itajaí e três americanos. Contou ainda com o aporte de recursos dos três Distritos à qual pertencem esses clubes (4650, 4651 e 5450) e a contrapartidas dos fundos administrados pela Fundação Rotária e Distritos.

 

O total arrecadado somou R$ 419.098,14. O valor excedente permitirá a compra de equipamentos complementares, necessários nos procedimentos de hemodiálise. Com a liberação do dinheiro na última semana e feita a compra dos equipamentos, a previsão é que os mesmos cheguem ao seu destino final entre os dias 20 e 30 de maio.

 

Uma comitiva de rotarianos americanos estará em Blumenau nos dias 12, 13 e 14 de junho. A entrega oficial dos equipamentos merecerá um evento festivo, programado para noite do dia 13, nas dependências do Teatro Carlos Gomes. O grupo também visitará as unidades da Renal Vida que serão contempladas pelos equipamentos: Blumenau, Timbó, Rio do Sul e Itajaí.

 

Como foi desenvolvido

 

O programa de Subsídios Globais do Rotary International financia atividades que alcancem resultados sustentáveis e mensuráveis em suas áreas de enfoque, dentre eles o tratamento e a prevenção de doenças.

 

O orçamento mínimo para um projeto de Subsídio Global é de US$ 30.000. O Fundo Mundial da Fundação Rotária fornece no mínimo US$ 15.000. Os clubes e distritos contribuem com Fundo Distrital de Utilização Controlada (FDUC) e/ou com contribuições em dinheiro que são equiparadas pelo Fundo Mundial. O FDUC é equiparado em 100%, e as contribuições em dinheiro, em 50%.

 

Sabedores dessa fonte de financiamento, o Rotary Club Hermann Blumenau mobilizou outros clubes. Prontamente, o Distrito 4650 e os clubes de Rotary do Vale do Itajaí se solidarizaram com a causa da Renal Vida. Contou ainda com a adesão do Distrito 4651 que responde pelos clubes de Itajaí, uma das quatro cidades que serão contempladas com equipamentos.

 

Para torná-lo uma realidade, houve a necessidade de buscar o emparceiramento internacional com os Rotary Clubs americanos de Denver, Mile High, Parker, Arvada, junto com o Distrito local (5450).

 

A primeira etapa do projeto, com a entrega para análise por parte do Distrito 4650 e da Fundação Rotária, encerrou no dia 28 de fevereiro. Na oportunidade, houve um evento solene no Teatro Carlos Gomes. Passada toda fase de avaliação e aprovação, na última semana ocorreu a liberação dos R$ 419.098,14.

 

As contribuições desse Subsídio Global somaram US$ 126.118,00. Deste total, US$ 53.590 vieram do Fundo Mundial e outros US$ 35.750,00 do Fundo Distrital de Utilização Controlada (FDUC). Por fim, mais US$ 36.778,00 oriundos das doações dos Clubes e Distritos. A cotação é feita pelo Dólar Rotário que em abril era de R$ 3,31.

 

A Renal Vida

 

Com unidades de atendimento em Blumenau, Rio do Sul, Timbó e Itajaí, a Associação Renal Vida atende 600 pacientes mês, com mais de sete mil seções de hemodiálise – 77% pelo Sistema Único de Saúde.

 

Com o deficitário reembolso governamental, faltam recursos para reposição e ampliação dos equipamentos. É necessário trocar os aparelhos a cada sete anos. Mas alguns estão obsoletos, com mais de 13 anos de uso.

 

O Rotary International

 

O Rotary International surgiu nos Estados Unidos e neste ano comemorou 113 anos de fundação. É o maior clube de serviço no mundo, presente em 217 países ou regiões geográficas, com 35.64 clubes (545 Distritos) e mais de 1,2 milhão de rotarianos. A Família Rotária ultrapassa a dois milhões de pessoas, sendo a única ONG com assento na ONU. No Brasil são 53,3 mil rotarianos, distribuídos 2.380 clubes e 38 Distritos.

 

A estrutura é complementada por clubes de Rotary Kids, Interacts, Rotaracts, Casas da Amizade, voluntários e Núcleos de Desenvolvimento Rotários, instalados em comunidades carentes, incentivando-as a formar lideranças comunitárias, buscar solução para seus problemas e buscar melhorias.

 

O Distrito 4650

 

O Distrito 4650 é responsável pela coordenação das ações de 59 clubes de Rotary de Santa Catarina, em 28 cidades, situadas nas regiões do Médio e Alto Vale, Litoral Norte, Norte e Planalto Norte catarinense, numa estrutura com 1.375 rotarianos, sendo 1.083 homens e 292 mulheres. Além das ações dos clubes de Kids, Interact, Rotaract, Casas da Amizade e NRDC’s, nas diversas cidades de abrangência do Distrito 4650.

 

A Fundação Rotária

 

A Fundação Rotária é patrocinada exclusivamente por doações de rotarianos e outros que compartilham a visão de um mundo melhor. Seu início foi em 1917, embora tenha sido oficialmente estabelecida no ano de 1928. Contribuições significativas para custear os programas só foram recebidas a partir de 1947, ano do falecimento de Paul Harris.

 

A missão da Fundação Rotária é apoiar os esforços do Rotary International no cumprimento do Objetivo do Rotary e na busca da paz e compreensão mundial através de programas humanitários, educacionais e culturais.

 

Erradicação da pólio

 

É de autoria do Rotary o projeto global que praticamente erradicou a poliomielite no mundo, por meio de investimentos maciços de recursos e a realização de campanhas de vacinação em massa.

 

O programa Pólio Plus foi criado em 1985. Graças ao financiamento do Rotary, houve a redução no número de casos da doença de 350.000 por ano para apenas 22 no ano passado. Em 2018 foram oito casos registrados até agora – sete no Afeganistão e um no Paquistão, onde barreiras políticas e religiosas dificultam a ação de rotarianos. Nigéria é o outro país onde ainda residem focos da doença.

 

O Rotary já contribuiu US$ 1,7 bilhão e inúmeras horas de trabalho voluntário na imunização de mais de 2,5 bilhões de crianças em 122 países. Além disso, a organização desempenha papel significativo ao influenciar governos doadores a contribuírem mais deUS$ 7,2 bilhões à iniciativa.

 

Pelos próximos três anos, o Rotary levantará US$ 50 milhões por ano. Cada dólar desta soma será equiparado pela Fundação Bill e Melinda Gates na proporção de 2 para 1. Estes fundos serão usados para cobrir custos operacionais, recrutamento de profissionais da área da saúde, equipamentos de laboratório e materiais educativos para agentes de saúde e o público. Governos, empresas e pessoas também desempenham um papel importante na arrecadação de fundos.

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
Publicidade
Avenida Nereu Ramos, 226 - Centro - Taió - Santa Catarina - 89190-000 || Fone/Fax: 47 3562-0139 || E-mail:comercial@radio1047.fm.br
2016 Rádio 104,7 FM, Todos os Direitos Reservados.