Escolha sua rádio favorita
Rádio on-line!
A TARDE É DEMAIS
MARCO ANTONIO
Vacina da gripe estará disponível para toda a população em SC
Saude | 01/06/2019 06:40 | NSC | Fotos:
A partir do dia 03 de junho, segunda-feira, as doses restantes da Campanha Nacional de Vacinação contra gripe ficarão disponíveis para toda a população. A decisão foi anunciada no fim da tarde desta quarta-feira (29) pelo Ministério da Saúde. O órgão salienta que isso não significa a exclusão dos integrantes do grupo de risco, apenas uma ampliação no acesso a imunização.

De acordo com os dados do Ministério, dentre os 26 estados brasileiros, Santa Catarina têm o oitavo pior índice, com um percentual de 74,98% de adesão até esta quinta-feira (29), com 1.490.109 doses aplicadas.

Informações atualizadas nesta manhã (30) no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), apontam que houve um pequeno incremento no índice passando para 77,71%, valor ainda distante da meta de 90%.

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado (Dive), afirma que as vacinas estão disponíveis em todos os postos de SC e que irão seguir a diretriz federal ampliando a cobertura para toda população.

Arieli Fialho, chefe da divisão de imunização da Dive/SC atribui o percentual a uma combinação de fatores: temperaturas elevadas para esta época do ano, atendimento dos Postos de Saúde apenas em horário comercial e uma falsa sensação de segurança causada pelos poucos casos de complicação da doença.

O Ministério da Saúde orienta que portadores de doenças crônicas não transmissíveis devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

A vacina é gratuita e protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul: o H1N1, o H3N2 e uma linhagem do tipo B.

Veja a adesão do público-alvo no Estado

- crianças (6 meses a menores de 6 anos): 71,17%

- gestantes: 66,76%

- trabalhadores da saúde: 67,83%

- mães até 45 dias após o parto:86,62%

- povos indígenas: 87,80%

- idosos com 60 anos ou mais de idade: 95,09%

- professores:84,67%

- portadores doenças crônicas e condições especiais: 66,10%

- população privada de liberdade: 59,16%

- funcionários do sistema prisional: 49,31%

- profissionais das forças de segurança e salvamento: 36,49%

Cobertura total: 77,71%

Grupo Prioritário

Crianças de 6 meses a 5 anos de idade;

Gestantes e puérperas, isto é, mães que deram à luz há menos de 45 dias;

Idosos;

Profissionais de saúde;

Policiais civis, militares, bombeiros e forças armadas da ativa

Professores da rede pública ou privada;

Povos indígenas;

Pessoas privadas de liberdade;

Portadores de doenças crônicas que fazem acompanhamento pelo SUS, aqueles que não têm cadastro, devem apresentar prescrição médica para acesso ao imunizante.



Por: Camila Levien/NSC

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
Publicidade
Avenida Nereu Ramos, 226 - Centro - Taió - Santa Catarina - 89190-000 || Fone/Fax: 47 3562-0139 || E-mail:comercial@radio1047.fm.br
2016 Rádio 104,7 FM, Todos os Direitos Reservados.